terça-feira, 17 de abril de 2012

Experiência antropológica - 3º dia

Segunda-feira, 16 de abril, 3º dia de minha "experiência antropológica".

Até o momento tudo indo muito bem. Apesar de dar aquela vontade de fazer uma consultada rápida no Facebook ou Msn de vez em quando, ainda não estou passando por nenhuma crise de abstinência. Pela manhã fui na academia, a tarde trabalhei normalmente e a noite não tive nenhum desejo incontrolável de acessar alguma rede social. Aproveitei para estudar porque provavelmente terei avaliação no curso de inglês semana que vem.

Está sendo até agora bem mais tranquilo do que eu imaginava. Só reiterando, não estou sem Internet e sim sem "vida virtual", isto é, sem interagir com terceiros via redes sociais, Msn e afins. Apesar de não estar ainda nem na metade do desafio, já notei algumas diferenças importantes, principalmente em relação ao tempo livre em casa. Tenho que admitir, estou conseguindo colocar em dia as coisas que estavam pendentes. E não era pouca coisa não!

Agora vamos em frente para encarar o 4º dia.

Um bom dia a todos!  :D
 

2 comentários:

Paulinha disse...

Não sei como vc está aguentando.
Fiquei off do Face no domingo pq ele passou por manutenção.
Quase surtei! Fiquei 5 horas sem conseguir logar.
Estou acompanhando e cumprindo com o nosso combinado.
Espero que dê tudo certo.
Bjkas e vamos lá... Seguindo em frente.

Crônica Mal.dita disse...

Valeu Paulinha pela força! :D
Eu realmente estou surpreso por não ter surtado ainda....rsrsrs
Provavelmente, isso se deve ao fato de que ultimamente ando meio saturado, não somente de redes sociais, mas da internet de um modo geral. De manhã sempre tenho academia ou coisas pra estudar, de tarde/noite trabalho e no fim do dia já estou tão cansado que não tenho me animado muito a logar, prefiro ir dormir....hehehe
Beijão!

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Apenas um blog com textos de um cara que se acha cronista e pensa que, no meio de seus devaneios, escreve alguma coisa que preste...hehe

...

Espaço destinado a publicar crônicas sobre fatos cotidianos mas, claro, com uma pitada de humor ácido. Nada de resenhas convencionais porque crítica maneira é aquela cujo veneno escorre pelo canto da boca.

Seguidores

Perfil do autor no Facebook

Visitas